quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Primira camisa promocional da PADA, com o MinoTauro e o Tampinha

Aproveitando a postagem de Milson Marins em seu blog (https://milsonmarins.blogspot.com), a lembrança desta que foi nossa primeira camisa promocional. Lembro que diferente dos dias atuais, a unica forma de imprimir era pela serigrafia mesmo. Hoje tem outros recursos de menor custo. Até mesmo porque em serigrafia não era viável fazer poucas peças, por isso juntamos toda a equipe técnica, que montaria o evento e estaria nele para fazer as camisas.Fui convocado para por os simpático personagens MinoTauro e Tampinha (esse último nem tanto - muito pouco simpático). Marco Marins fez essa colorida e patriótica (considerando as principais cores do Brasil) e foi esse o resultado.

Quando fazíamos eventos, precisávamos de fazer um fardamento padrão com camisetas. Para isso contratamos um amigo, que tinha prática em serigrafia  para fazer a impressão destas que foram as primeiras camisas impressas com a logo da PADA, e com os personagens MinoTauro e Tampinha, de Arnaldo Luiz.

Essa camisa foi usada no que foi um dos primeiros eventos de quadrinhos em Pernambuco que realizamos na Biblioteca Publica Castelo Branco de PE e na Biblioteca Central da Federal (UFPE).

segunda-feira, 17 de junho de 2019

MinoTauro, Tampinha e Aldo no 11º Salão MEDPLAN de HUMOR

Nunca, desde que comecei a pensar em desenhar quadrinhos e fazer ilustrações, participei de algum concurso de quadrinhos. Mas recentemente, com o incentivo de Milson Marins (editor da revista Prismarte), estou participando de um concurso com premiação de quadrinhos, do 11ª Salão Medplan de Humor, que além de tiras de quadrinhos tem também tem a categoria de cartum/charge e caricatura, cujo o tema é NARCISISMO.

Nesse mesmo salão de humor da Medplan, há também uma categoria especial para crianças que é o: II Salãozinho Medplan de Humor, para crianças na idade entre 06 e 12 anos. O tema desse ano é: MINHA BRINCADEIRA PREFERIDA. Os interessados poderão inscrever até três trabalhos inéditos no formato máximo de 30 x 40 cm; em qualquer técnica e desenvolvidos nas linguagens do cartum, charge, caricatura ou HQ/tiras.

Participei com as atiras de 3 personagens diferentes: MinoTauro, Tampinha e do Aldo.
Espero que essa seja a primeira de muitas participações em eventos com premiação para os artistas.

O bom é que mesmo que não ganhe em nenhuma colocação do evento, seu quadrinhos serão publicados em um catalogo com outros artistas.

Agora é só esperar para ver.

sexta-feira, 3 de maio de 2019

MinoTauro, na Croquis foi destaque na Maior Idade das HQs pernambucana



Não lembro exatamente a data, mas essa foi uma das divulgação da impressa, nos anos 90 da Croquis, revista que publicamos junto com o original editor André Gomes Torres, que foi um dos precursores da PADA. A Prismarte já existia há um ceto tempo, e André Gomes teve a ideia de fazer uma publicação de maior número de páginas e diferente da tradicional, então é criou a Croquis. Antes de publicamos a mais conhecida edição #0 da Croquis, que foi produzida por Alexandre de Freitas, a Croquis em xerox, já existia e foi o segundo fanzine de maior circulação em PE depois da Prismarte nos anos 80 e começo de 90.

Mas fiz esse artigo não só para falar da Croquis, mas para mostra essa divulgação na imprensa, que fizeram destacando a hq do Minotauro O Pais dos Sonhos, publicada na revistas em questão. Infelizmente ao arquivarmos esse reportagem do jornal, não arquivamos com a data que foi publicada e nem com o jornal que foi publicado. Mas foi muito bom ver o MinoTauro apresentado pela impressa em uma das páginas completas da história que fiz, com a magistral arte-final de Fábio Cassiano (Pátria Amada). A história realmente é uma das melhore que fiz do MinoTauro. porque ele viaja pela literatura infantil e quadrinhos nacionais e até internacionais em seu sonho. Encontra o Amigos da Onça (Péricles), Visconde, Emília, Pedrinho e Narizinho (Monteiro Lobato) e até Sendman

O que ainda me chamou atenção foi que que escreveu o artigo descreveu o MinoTauro como excelente e divertido. O que prova mais uma vez que de certa forma os quadrinhos locais (não me refiro só aos meus quadrinhos) podem agrada a critica e se por de forma comercial e vendável.
Hoje temos poucas edições da Croquis que fez seu magnifico papel como edição alternativa de quadrinho nacional.

Uma boa lembrança do passado que dá um certo vigor no presente.

terça-feira, 23 de abril de 2019

SUPERTAUROS e Outros Super Seres!! - parte 3

De volta ao SUPERTAUROS e Outros Super Seres!! , para concluir os ensaios com concepções diversas do Mino Tauro no universo dos super-heróis. Por conta da fértil imaginação do MinoTauro temos outras versões surpers como: Super-MinoTauro, o Marvel MinoTauro e o Bat MinoTauro e o Gost Tauro.

sábado, 20 de abril de 2019

Tiras da UFPE, com presença de Zé Pimenta (José Pimentel)


Essa é uma lembrança da época da UFPE, no CAC (Centro de Artes e Comunicação), quando eu estava lá estudando. Fui convidado a fazer umas tiras para um jornal panfletário, por uma pessoa, que inclusive está ilustrados nas tiras (gordão).

Mas o que me moveu a publicar esse artigo, foi a presença de Zé Pimenta (José Pimentel ), que desde essa época dedicava-se a fazer a Paixão de Cristo em Nova Jerusalém, e foi separado da peça e fundou uma peça análoga. Havia questões politica que até hoje causam arrepios no Campus da UFPE, que é a privatização desta instituição. E a pedido do "gordo", o "mandante", ou melhor ou melhor, contratante fiz uma alusão a esse assunto.

José Pimentel, foi um ator, diretor e escritor teatral brasileiro, além de professor de teatro na faculdade de jornalismo na Universidade Federal de Pernambuco, no Recife. Nascido em Garanhuns, em 14 de agosto de 1934, faleceu em 14 de agosto de 2018, três dias após completar 84 anos em decorrência de problemas respiratórios

Interessante, ou frustante, na época, é que essas 05 tiras nunca foram publicadas.

Mas foi um exercício para outro estilo além do que já fazia.


quinta-feira, 28 de março de 2019

TÚNEL DO TEMPO - O Mino Tauro no CAOS




Em abril de 1998, ainda na UFPE, tive o prazer de ter minhas primeiras colaborações no Jornal semanal o CAOS - que o slogan era:"Uma publicação do fim do mundo", Em sua página unica (01 folha A-4), arte, crônicas, poesias, artigos e quadrinhos.

Nessa edição #5 do CAOS, além do Mino Tauro, também outro autor, cujo pseudo nome era Guita estava presente nessa edição, com uma tira chamada Blondie. Uma tira em quadrinhos meio que fora do padrão, por conta doa quadros irregulares.

Posso dizer hoje que antes das tiras do Mino Tauro ter espaços nas publicações da Prismarte (http:///prismarte.com.br) publiquei no CAOS e em outros jornais. Mas o que tenho, em mãos, impresso e registrado é essa edição #5, cujo editor era o Zizo, que agradecemos até hoje a oportunidade!

quinta-feira, 21 de março de 2019

Quando eu me chamava de Zhato

Percebendo que grandes artistas algum dia já assinaram pseudônimos, como Jack Kirby, cujo nome verdadeiro era Jacob Kurtzberg, eu crie, quando na faculdade (UFPE) o Zhato.

Como Zatho desenhei tiras diversas, com um traço experimental diferenciado e com uma assinatura também da mesmas forma. Foi publicada nos jornais como o Caos (nome do jornal) e fanzines e até mesmo na Prismarte.

Só não lembro se esse formato incomum para tiras era proposital ou era porque não sabia o tanho ideal para tiras de quadrinhos.