sábado, 20 de abril de 2019

Tiras da UFPE, com presença de Zé Pimenta (José Pimentel)


Essa é uma lembrança da época da UFPE, no CAC (Centro de Artes e Comunicação), quando eu estava lá estudando. Fui convidado a fazer umas tiras para um jornal panfletário, por uma pessoa, que inclusive está ilustrados nas tiras (gordão).

Mas o que me moveu a publicar esse artigo, foi a presença de Zé Pimenta (José Pimentel ), que desde essa época dedicava-se a fazer a Paixão de Cristo em Nova Jerusalém, e foi separado da peça e fundou uma peça análoga. Havia questões politica que até hoje causam arrepios no Campus da UFPE, que é a privatização desta instituição. E a pedido do "gordo", o "mandante", ou melhor ou melhor, contratante fiz uma alusão a esse assunto.

José Pimentel, foi um ator, diretor e escritor teatral brasileiro, além de professor de teatro na faculdade de jornalismo na Universidade Federal de Pernambuco, no Recife. Nascido em Garanhuns, em 14 de agosto de 1934, faleceu em 14 de agosto de 2018, três dias após completar 84 anos em decorrência de problemas respiratórios

Interessante, ou frustante, na época, é que essas 05 tiras nunca foram publicadas.

Mas foi um exercício para outro estilo além do que já fazia.


quinta-feira, 28 de março de 2019

TÚNEL DO TEMPO - O Mino Tauro no CAOS




Em abril de 1998, ainda na UFPE, tive o prazer de ter minhas primeiras colaborações no Jornal semanal o CAOS - que o slogan era:"Uma publicação do fim do mundo", Em sua página unica (01 folha A-4), arte, crônicas, poesias, artigos e quadrinhos.

Nessa edição #5 do CAOS, além do Mino Tauro, também outro autor, cujo pseudo nome era Guita estava presente nessa edição, com uma tira chamada Blondie. Uma tira em quadrinhos meio que fora do padrão, por conta doa quadros irregulares.

Posso dizer hoje que antes das tiras do Mino Tauro ter espaços nas publicações da Prismarte (http:///prismarte.com.br) publiquei no CAOS e em outros jornais. Mas o que tenho, em mãos, impresso e registrado é essa edição #5, cujo editor era o Zizo, que agradecemos até hoje a oportunidade!

quinta-feira, 21 de março de 2019

Quando eu me chamava de Zhato

Percebendo que grandes artistas algum dia já assinaram pseudônimos, como Jack Kirby, cujo nome verdadeiro era Jacob Kurtzberg, eu crie, quando na faculdade (UFPE) o Zhato.

Como Zatho desenhei tiras diversas, com um traço experimental diferenciado e com uma assinatura também da mesmas forma. Foi publicada nos jornais como o Caos (nome do jornal) e fanzines e até mesmo na Prismarte.

Só não lembro se esse formato incomum para tiras era proposital ou era porque não sabia o tanho ideal para tiras de quadrinhos.




segunda-feira, 11 de março de 2019

SUPERTAUROS e Outros Super Seres!! - parte 2

Segunda página das concepções de Mino Tauro como o SuperTauro, De Falcão Negro, Esquadrão Agakê (referência do quadro 3 - referencia da PADA, criados por mim - grupo de heróis para-militares) até Flash Gordon.


quinta-feira, 7 de março de 2019

SUPERTAUROS e Outros Super Seres!!

De volta ao blogger, depois de mais de dois anos sem publicar, trazendo alguns ensaios com concepções diversas do Mino Tauro no universo dos super-heróis, que já virou rotina entre nós.
Essa é a primeira página com concepção de como o Super-HQ e o Super-PADA com o logo antigo.


quarta-feira, 25 de maio de 2016

TÚNEL DO TEMPO - Minotauro estreia na 2ª fase da Prismarte de 2003

Em 2003, Milson Marins nos surpreende com a volta da Prismarte, que depois de quase 20 anos adormecida volta à cena dos quadrinhos Pernambucanos.

Mas como esse blog é do Minotauro, vou destacar a estreia na 2ª fase da Primarte, mas não resistir e descrevi toda edição.

A volta da Prismarte foi em fevereiro, e nessas duas edições que antecederam essa edição nº03, colaborei com a revista, com a série em sequências do Esquadrão Agakê. Nessa edição também não foi diferente, pois a elaboração da capa foi idealizada e desenhada por mim, cuja inspiração foi baseada nos clássico estilo dos anos 70 e 80.

A história Punk Rock Hardcore é Duca... do personagem Severino, personagem de Bruno Alves, que escreveu o roteiro e desenhos por mim desenvolvido e arte-finalizada por Romo, que foi publicada em duas partes na Prismarte.

O que foi mais interessante e inédito nos quadrinhos pernambucanos, foi a presença da banda Devotos do ódio (hoje só Devotos), cujo destaque da banda o vocalista Canibal. Na ocasião do lançamento desta edição diferenciada, tínhamos o apoio de um site chamado bancazine.com.br, cuja edição era em parceria com Banca Globo, que para promover o site e a revista, fizemos um a bate papo online com Canibal e sua banda. Uma ação inédita, nunca mais repetida. Essa edição ainda teve uma entrevista com o quadrinhista pernambucano, Octávio Carielo.

A história do Mino Tauro foi Leci, o Demônio Branco, que teve a arte final de Fábio Cassiano, que fez a diferença, se levar em consideração, que no ano seguinte, houve a 1ª edição do Melhores da Prismarte em 2003(realizado em 2004) e Cassiano foi escolhido como Melhor Arte-finalista e o Minotauro o Melhor Personagem. Foi a primeira historia do Minotauro nessa nova fase da Prismarte no século 21.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

TÚNEL DO TEMPO - Minotauro e Zé Coruja na mesma edição da Prismarte

Em comemoração a revista As Aventuras do ZÉ CORUJA, revirando as minhas revistas, encontrei essa edição, que é uma lembrança da primeira aparição do Zé Coruja e Minotauro na Prismarte (#29 - Fev/2016).

Nessa edição tem a primeira história do Zé Coruja, escrita por um roteirista que não é o Marcos Lopes. No caso o roteiro foi de Fábio Cassiano, que me antecipou nessa tarefa de escrever roteiros para a série Zé Coruja! E para registro, teve ainda nessa edição o roteiro de Leonardo Santana e e desenhos de Wilski Babosa com a hq o Mistério do Canal (canal do Recife).

O TÚNEL DO TEMPO, é a estreia de uma série para lembrar fatos passados de minhas obras com o Minotauro e "Cia Ltda". Convidou-o para participar desta recordações.